Quem Somos

FIDC

FIDC significa Fundo de Investimento em Direitos Creditórios. Ele funciona como um condomínio de investidores, que unem seus recursos em um investimento comum, a aquisição de Direitos Creditórios.

Portanto, um FIDC é um Fundo de Investimento que aplica em títulos de crédito criados a partir de contas a receber de determinadas empresas.

Como funciona o FIDC?

Assim como outros Fundos de Investimento, o Fundo de Direitos Creditórios é constituído e administrado por uma instituição financeira que vende cotas em troca da captação de recursos para realizar suas aplicações financeiras. Porém, o FIDC possui algumas peculiaridades e uma estrutura mais complexa, sobre o que falaremos a seguir.

Tipos de cotas do Fundo de Direitos Creditórios

Um FIDC é composto por 2 tipos de cotas e elas influenciam diretamente na sua rentabilidade e risco. A proporção de cada cota é definida na estruturação do fundo e mencionada em seu regulamento, sendo a maior parte preenchida por cotas seniores e a menor parte por cotas subordinadas.

Um FIDC pode ter, por exemplo, 80% de cotas do tipo Sênior e 20% de cotas do tipo Subordinada. Essa divisão é a responsável por garantir que grande parte dos cotistas tenham a sua rentabilidade fixa predeterminada, de forma que a menor parte assume os riscos almejando maiores lucros. Vamos entender melhor:

Cota Sênior: São cotas que possuem preferência no recebimento do valor do resgate ou amortização. As cotas seniores possuem um objetivo de rentabilidade prefixado e, com isso, se comportam como título de Renda Fixa.

Cota Subordinada: São cotas que devem se subordinar às cotas seniores em relação ao resgate ou à amortização. Ou seja, o dono de uma cota subordinada só receberá rendimentos depois que os cotistas seniores receberem a sua parte, sendo assim, ele assume o risco sobre qualquer inadimplência.

Agora você pode se perguntar o que isso significa e qual a vantagem de possuir uma cota subordinada. É simples:

Se o Fundo tiver uma rentabilidade inferior à prevista, os cotistas seniores terão sua rentabilidade fixa assegurada e os cotistas subordinados receberão um pagamento menor, resultado do que sobrou dos lucros.

Mas se o Fundo tiver uma rentabilidade maior que a prevista, os cotistas subordinados terão uma rentabilidade superior a dos cotistas seniores, que continuarão com a mesma taxa fixa acordada.

Portanto, o Fundo de Investimentos em Direitos Creditórios é um investimento de Renda Fixa, uma vez que sua remuneração é baseada em uma taxa acordada e não em uma variável resultante do desempenho do fundo. Ele pode ser constituído de forma aberta ou fechada.

No Fundo aberto, o investidor pode resgatar suas cotas no momento que desejar, respeitando as regras do fundo. No Fundo de investimento fechado, há um prazo específico para o resgate.

Principais características do FIDC:

  • É um fundo de investimento de Renda Fixa.
  • Pode ser constituído como fundo aberto (que pode ser resgatado) ou fechado (onde as cotas não são resgatáveis).
  • Possui 3 tipos de cotas: subordinadas, mezanino e sêniores.
  • Aplica em títulos privados de crédito, derivados das contas a receber de uma empresa.
  • É restrito a investidores qualificados ou profissionais.
  • Pode possuir Prazo Determinado ou Prazo Indeterminado.
  • Geralmente possui alta rentabilidade comparado a outros investimentos de Renda Fixa.